4 maneiras de combater o assédio online em seus filhos

A cyberintimidação

Nos definimos nesse artigo o que é a cyberintimidação, quer dizer esses ataques morais que atacam nossas crianças nas escolas ou em casa quando eles estão em frente aos seus celulares ou computadores.

Pessoalmente, eu acredito que esses ataques psicológicos podem traumatizar uma criança menor de idade, condicionando essa criaça por anos e anos. a solução mais radical, quando uma criança sofre violencia na escola, é de trocar de escola. Mas quando esses insultos são feitos via Facebook, Twitter ou em aplicativos de mensagens, como bate-papos, como reagir?

Como proteger o seu filho? Esse artigo pode responder algumas perguntas!

A cyberintimidacao 1

Vá até a escola do seu filho

O fato de mostrar que você este presente e se preocupa com as atividades dos seus filhos traz duas consequências benéficas:

  • 1. Você fortalece o seu filho pois ele percebe que ele é importante pra você e que você está cuidando dele.
  • 2. Você fragilisa um ambiente não saudável que pode dominar os locais de estudo, pois você pode intimidar essas pessoas com a sua presença.

Ficar de olho em tudo o que o seu filho vê na internet.

Se o seu filho é vitima de assédio, é importante saber em que sites ele entra e com quem ele conversa.

A solução mais rápida e de você criar um perfil nas redes sociais que ele usa e virar deu “amigo”. Se seu filho recusar, você pode pensar em criar um perfil falso nessas redes sociais.

E por ultimo, um software espião para smartphones é uma solução que pode interessar, já que esse tipo de aplicativo lhe fornece as informações necessárias, como o conteudo do celular de seu filho.

Arquivos salvos e atividades na internet

Você pode pensar em instalar um software espião como um tipo de backup online da vida de seu filho.

Esse registro de todas essas informações, são salvos quando ele acessa a internet, te permite de saber como é sua vida virtual.

A cyberintimidacao 3

Falar com ele sobre a cyberintimidação

As pessoas menores de idade, as vezes sofrem de falta de confiança. eles podem ser sonhadores. Isso os coloca em perigo.

Por outro lado, eles podem ser muito mais maduros que outros, que não evoluíram junto e tem pensamentos maldosos.

Em todos os casos, é conveniente de conversar com seu filho sobre a cyberintimidação e de explicar como ele deve agir e se proteger.

Eu espero que essas dicas serão úteis para a criação de nossos filhos.

3 fleccia

Aqui o melhor monitoramento de aplicativos

3 garantias para um software:

Restituição 10 dias

anonimato garantido

suporte gratuito

=> Vigilância, monitorização e Captura de chamadas

{ 0 comentários… add one }

Comente o artigo

Next Post:

Previous Post:

Pin It on Pinterest

Share This